quarta-feira, 6 de outubro de 2010

LÍDERES AVALIAM TUDO COM MEDIDA DE SEGURANÇA

Texto: Êxodo 18.1-24

INTRODUÇÃO: Nenhum líder pode florescer sem contar com colegas de equipe, fato esse que a vida de Moisés ilustra. Quando Josué e suas tropas lutaram contra os amalequitas, Moisés segurou o cajado de Deus em suas mãos, assistido por Adão e Ur, membros do seu círculo íntimo. Nenhum líder jamais devia tomar o caminho ou o crédito sozinho.
    
       A intuição na liderança, muitas vezes diferencia os maiores líderes dos líderes simplesmente bons. Algumas pessoas com grande intuição de liderança; outras precisam trabalhar duro para desenvolvê-la. Independentemente do que isso envolve, o resultado é uma combinação da habilidade natural e de habilidades aprendidas. Essa intuição informada faz com que questões cruciais emerjam do líder, habilitando-o para conseguir o manejo de fatores inatingíveis, compreende-los e trabalhar com eles a fim de atingir as suas metas de liderança.


          Líderes de sucesso vêem cada situação em termos de recursos disponíveis: dinheiro, matéria prima. tecnologia e, o mais importante: Pessoas. Líderes intuitivos podem perceber o que está acontecendo entre pessoas e, quase que instantaneamente, conhecen as esperanças, os temores e as preocupações delas. Líderes também têm a habilidade de dar passos para trás para verem não apenas onde eles e seus companherios andaram, mas também para onde estão sendo conduzidos, como se pudessem cheirar mudanças no ar.

         Cada um possui algum tipo de intuição, especialmente na área de seus dons naturais. Se o seu dom é misericórdia, então pode sentir quando alguém necessita de conforto e você saber como proporcionar o mesmo. Se  serviço é o seu dom, sua intuição sabe quando e como ajudar necessitados. E, se você é naturalmente dotado de liderança então vê tudo com olhos de liderança.

       Moisés foi um líder bom, não um líder natural. Quando se encontra com Jetro, ainda não havia liderado Israel por longo tempo (os hebreus pouco tempo antes tinham deixado o Egito). Mas, durante aqueles longos anos no deserto, a liderança de Moisés havia se desenvolvido, e, assim desenvolveu-se a intuição dele.

       Jetro, por outro lado, parece ter sido líder natural. Como sabemos isso? Porque ele olhou para uma situação diferente de tudo quanto já tinha visto, liderando mais de um milhão de ex-escravos descontentes e deslocados, e soube exatamente como manejar a situação. Isso é intuição em ação. Quem ele era determinou o que ele viu. Jetro, o melhor líder via tudo com olhos de liderança.

          Jetro, o líder leitor

          Observemos como Jetro lidou com a situação de Moisés. Semelhante a todos líderes intuitivos, Jetro, leu:

1. Situações

     Um líder intuitivo pode, rapidamente, avaliar uma situação. Jetro assistiu a Moisés em ação durante um dia e imediatamente reagiu. Jetro não precisou contratar um consultor, formar uma comissão ou realizar profunda pesquisa. Instanteamente,  identificou um problema de liderança. Nem todos os lideres são capazes de vislumbrar uma solução tão rapidamente quanto Jetro, mas, quando confiam na sua intuição, percebem, imediatamente, que a sistuação, requer sua atenção.

2. Tendências

         Um líder intuitivo vê o que está acontecendo no presente e compreende onde uma organização está situada. Jetro pôde ver Moisés se metendo em problemas. Ele falou ao seu genro: "Sem dúvida, desfalecerás, tanto tu como este povo que está contigo; pois isto é pesado demais para ti; tu só não o podes fazer" (Ex 18.18). Talvez Moisés resolvia conflitos com eficiência; talvez não. Mas, mesmo se fosse capaz de dar conta de tudo, não podia suportar tudo. Com o crescimento da população, a sua situação ficaria pior. Jetro sabia que Moisés enfrentaria desastre caso não mudasse.

3. Recursos

    Líderes intuitivos sabem como desembaraçar a sua visão. Eles não aceitam tudo simplesmente e maximizam tudo quanto está à mão a fim de atingirem as suas metas. Jetro identificou os maiores recursos de Israel: o coração de Moisés, o favor de Deus e o povo. Orientou Moisés para buscar o conselho de Deus, ensinar ao povo as leis de Deus e delegar poder ao povo a fim de dividir os fardos, as tarefas. O plano de Jetro utilizou tudo que era valioso que o povo possuia.

4. Pessoas

    Destreza com pessoas talvez seja a maior habilidade de um líder intuitivo. Alguns podem compreender o que significa liderar; outros podem efetivamente fazê-lo. Jetro compreendia o suficientemente bem, pessoas e liderança para saber como delegar poder à liderança de Moisés, a pesar de não ter experiência pessoal com as pessoas que há pouco tinha escapado do Egito. Jetro sabia que liderança tinha de ser baseada em habilidade, não em posição, e compreendeu institivamente que as pessoas certas estavam presentes para liderarem milhares, centenas, cinquenta e dez. Unicamente precisavam ser colocados no devido lugar.

5. A si mesmo

    O líder intuitivo le a si próprio. Compreende os seus pontos fortes, os seus pontos fracos e a sua vocação individual. Jetro não apenas leu e compreendeu o problema de liderança de Moisés; ele se deu conta que Moisés não era o homem certo para a tarefa. Assim, leu e avaliou a habilidade de liderança de Moisés e planejou de acordo.

     Observe qualquer líder com forte intuição e verá a sua habilidade de ler uma situação de liderança. Quando Neemias olhou para o muro de Jerusalém, ele sabia o que fazer. Quando José compreendeu o sonho de Faraó, ele sabia como preparar-se para enfrentar a carestia. Intuição, seja ela natural ou intencionalmente desenvolvida, ajuda a um bom líder a tornar-se um grande líder. Glpria a Deus por tudo, pois Ele é o maior e melhor de todos os líderes. Amém.

   

Um comentário:

Elainedemoraes disse...

Parabéns pelo blog. Gostei muito das mensagens.
Um grande abraço dos amigos Joaquim e Elaine.

Postar um comentário