sexta-feira, 12 de novembro de 2010

A MENTIRA

   Mentir é falar ou dizer algo contrário à verdade; é a expressão e manifestação contrária ao que alguém sabe, crê ou pensa. Pode-se crer na mentira, falar mentira e praticar a mentira. É o engano em seus diferentes aspectos; nocivo ao ser humano e ofensa grave diante de Deus. O diabo é o pai da mentira (João 8.44) e, portanto, a mentira é um instrumento diabólico que o homem usa para sua própria perdição. O mais triste é que o homem ama a mentira, não ama a verdade pois ele é mau por natureza (Romanos 1.25; Apocalipse 22.15).

   A juventude, em termos gerais, está sendo arrastada à perdição pelo prazer transitório da inclinação à droga, sexo, etc. Tudo não passa de uma grande mentira; é enganoso, anormal, trazendo prejuizos físicos, morais e espirituais. Tais coisas podem ser definids como praticar a mentira. Esta prática abrange os mais variados aspectos da mentira como idolatria, homicídio, adultério, fornicação, cobiça, etc.

   Falar mentira é um mal muito comum em todos os ambientes e esferas da vida. Algumas pessoas dizem que certas  mentiras são benignas, mas isto não é correto. Toda mentira, pequena ou grande, é um instrumento do diabo, portanto é recomendável que o crente não se comprometa com coisa alguma que possa levá-lo a mentira. Todo verdadeiro cristão deve tratar tudo de uma forma posistiva; na verdade o seu falar deve ser "Sim, sim, Não, não, porque o que passa disto é procedência maligna" (Mt 5.37).

   Existe também a mentira doutrinária e a mentira teórica. O espírito do erro nega que Jesus Cristo veio em carne, nega que Cristo é Deus (I João 4.6). Esta é uma mentira doudtrinária. Ateoria da evolução é uma mentira teórica pois nega a criação, negando assim o Criador que é Deus. Há pessoas que crêem nessas mentiras, e haverá muitíssimos que irão crer na mentira por não terem dado crédito à verdade (II Tessalonicenses 2:10-12).

   Quando Adão e Eva pecaram no Éden, o pecado entrou no ser humano; entrou a mentira, o mal e, consequentemente, a morte.  "Porque o salário do pecado é a morte", mas graças a Deus que "o dom gratuito de Deus é vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor" (Rm 6.23). Portanto, ao homem agrada, por natureza, crer na mentira; agrada-lhe praticar a mentira e ele até mesmo ama a mentira. Repito, a mentira é prejuizo ao homem e, com todos os seus horrorosos aspectos, o degenera e o leva à perdição. O diabo com seu instrumento de mentira rouba, mata,e destrói o homem. Está escrito: "O laddrão vem somente para roubar, matar e destruir".  (João 10.10). O diabo lançou a sua mentira no mundo: "a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida" (I João 2.16).

    Devemos aborrecer a mentira, em qualquer forma que se apresente, e não nos esquecemos que o primeiro pecado grave, pecado de morte, registrado na igreja, foi uma mentira (Atos 5.1-11). Temos que amar a verdade, a qual está em nós, e estará para sempre (II João 1,2). Procuremos praticar a verdade em nossas vidas, crer na verdade, falar a verdade e amar a verdade. Cristo disse: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim" (João 14.6) Pelo que deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros"  (Ef 4.25).

Nenhum comentário:

Postar um comentário